cases

Desde sua fundação em 2003, a AD Comunicação & Marketing vem atuando nas áreas de turismo, esportes, negócios, cultura, propaganda & marketing e beleza. Graças a isto desenvolveu excelentes contatos com jornalistas especializados nestas editorias e também com operadoras, agências de turismo, OTAs e casas de incentivo.

Viagens ao Chile: rede Tierra Hotels lança serviço de Concierge para auxiliar brasileiros na obtenção do Passe de Mobilidade

Documento comprova vacinação e é uma das exigências para que turistas circulem pelo país sem a necessidade de quarentena

O avanço da vacinação ao redor do mundo incentivou a retomada das viagens e aqueceu o mercado de turismo. Ao reabrirem suas fronteiras para estrangeiros, muitos países implementaram novas regras de segurança para conter o avanço da covid-19. É o caso do Chile, que vem recebendo turistas estrangeiros desde novembro de 2021, desde que cumpram uma série de requisitos.

Para circular pelo país e entrar em estabelecimentos como hotéis e restaurantes, por exemplo, é preciso obter o Passe de Mobilidade, um código QR que certifica que o viajante está com o ciclo de vacinação completo. Ele funciona como um “passaporte” para passear pelas cidades e evitar a necessidade de quarentena.

O documento pode ser obtido pela internet, mas o processo é um pouco burocrático e costuma levantar dúvidas. Por isso, a rede de hotéis Tierra, que tem unidades na Patagônia, no Atacama e em Chiloé, lançou um serviço exclusivo de concierge para ajudar hóspedes brasileiros no processo da obtenção do Passe de Mobilidade.

A equipe do hotel auxilia os viajantes na etapa final da obtenção do documento, principalmente quanto a eventuais erros do sistema. E a solicitação do serviço de concierge deve ser feita idealmente 10 dias antes do início da viagem ao setor de reservas da rede Tierra Hotels, já que depende da burocracia do Ministério da Saúde chileno.

A validação do certificado brasileiro de vacinação pode demorar até 30 dias – por isso, o ideal é iniciá-la também com antecedência – e o próprio passageiro deve cuidar dos trâmites, que são pessoais e individuais. A habilitação do Passe de Mobilidade, contudo, é realizada apenas após o viajante chegar ao Chile, realizar um teste PCR e comprovar que não está com covid-19.

Além do Passe de Mobilidade e do teste na chegada ao país, os turistas que vão ao Chile precisam fazer um PCR até 72 horas antes do voo de ida, preencher o formulário de Declaração de Viajantes online (48 horas antes da chegada ao aeroporto chileno) e contratar um seguro médico com cobertura mínima de US$ 30 mil (que cubra despesas relacionadas à covid-19).

Mais informações podem ser obtidas em www.tierrahotels.com, telefone 0800-761-1627 (Brasil) ou com os principais operadores e

agências de turismo.

AD Comunicação & Marketing

(11) 99965.8147

www.adcomunicacao.com.br