cases

Desde sua fundação em 2003, a AD Comunicação & Marketing vem atuando nas áreas de turismo, esportes, negócios, cultura, propaganda & marketing e beleza. Graças a isto desenvolveu excelentes contatos com jornalistas especializados nestas editorias e também com operadoras, agências de turismo, OTAs e casas de incentivo.

Conheça o local onde Roosevelt esteve em Manaus

Ex-presidente dos EUA visitou o belíssimo prédio que hoje abriga o hotel Juma Ópera

Entre 1879 e 1912, Manaus (AM) viveu um momento importante de desenvolvimento e prosperidade econômica graças à exploração da produção de borracha. Conhecida como “Belle Époque da Amazônia”, o período foi marcado pela modernização da cidade, o que culminou na construção de museus, teatros e prédios inspirados em estilos europeus.

No começo do século 20, Theodore Roosevelt, ex-presidente dos Estados Unidos, fez uma ilustre visita ao destino. Convidado pelo governo brasileiro para participar de uma expedição científica na Amazônia, o líder esteve no prédio do consulado dos EUA. Hoje, a edificação abriga o hotel Juma Ópera, opção de hospedagem luxuosa e que oferece vistas incríveis para o tradicional Teatro Amazonas – outro símbolo arquitetônico que remete ao glamouroso passado de Manaus.

O hotel-boutique conta com 41 acomodações espaçosas e oferece fácil acesso às principais atrações turísticas da capital. Além disso, conta com um restaurante especializado em cozinha regional e internacional, além de um rooftop com piscina.

Durante sua passagem pela cidade brasileira, Roosevelt participou de uma expedição com 26 pessoas (botânicos, taxidermistas, químicos e outros especialistas) para encontrar e coletar espécimes de animais e plantas amazônicas para pesquisas futuras. A aventura, comandada pelo explorador brasileiro marechal Candido Rondon, especializado no estudo de culturas indígenas, durou quase dois meses, com mais de mil quilômetros percorridos a pé.

A passagem do ex-presidente dos EUA pela Amazônia também foi marcada por outro acontecimento importante. Durante a expedição, o grupo percorreu o trajeto do Rio da Dúvida, que nasce no estado de Rondônia, passa pelo Mato Grosso e se estende até o Amazonas. Ele tinha esse nome porque, à época, ninguém sabia onde a corrente iria desaguar. Graças ao feito, o rio foi rebatizado e hoje se chama Roosevelt, em homenagem ao norte-americano.

Mais informações em www.jumaopera.com.br

AD Comunicação & Marketing

(11) 99965.8147

www.adcomunicacao.com.br